domingo, 17 de julho de 2011

Da sabedoria

Rebecca Dautremer
A sabedoria não vem envolvida em papel de seda nem em folhas de jornal. Ela anda solta, à toa, e pode ser reconhecida por quem tenha olhos livres. Atrás dela, não há trombones, nem sinos. Ela vem seguida de um silêncio que ecoa. Há quem acredite que ela habita os lugares mais nobres e há outros que crêem tê-la encontrado na miséria. Engana-se quem acha que ela dá preferência a um lugar em oposição a outros. A sabedoria não pode ser limitada a nada nem a ninguém. Ela ocupa todos os lugares, todas as épocas e todas as idades. Basta ter as janelas sempre abertas.

Um comentário:

Hirota disse...

Fantástico Nai! :)