segunda-feira, 4 de julho de 2011

Bernini

Um comentário:

Ana Flores disse...

Se Bernini estivesse vivo, eu juro que me ajoelharia aos pés dele. Juro!!