quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Paisagens

teria tanto a dizer, mas prefiro o silêncio. poderia, por exemplo, falar sobre o amor. poderia dizer o quanto amo. poderia chorar entre palavras até molhar meus olhos. mas não é isso que desejo fazer agora. quero apenas falar de paisagens. 

quando o tempo está para chover meus olhos escurecem e os cabelos encrespam. quando tem sol meu peito se abre em flor para deitar meus sais e queimar meus pensamentos. a chuva caindo fora de mim faz de mim um poço. quando faz frio gosto de sentir calor e quando faz calor gosto mesmo é de sentir frio.

2 comentários:

Alice Salles P. Affonso disse...

a gente vivendo com o mundo, o mundo vivendo na gente.

Ana Flores disse...

gosto de te ler.